segunda-feira, 18 de maio de 2009

Não pude deixar de dividir com vocês esse filme tão sensível que vi, hoje. FATAL, além do elenco fantástico, sobra boa poesia e arte, conversa de amor e tempo. Lembra-me um filme francês.
Tempo de nascer tempo de morrer, tempo de plantar tempo de colher, tempo de pegar, tempo de largar... A linearidade está na condução, o velho está onde você quer o velho," a beleza está nos olhos de quem vê", já diz o subtítulo.
E viva a relatividade!

4 comentários:

Liliane de Paula disse...

Donaella, Donatella, não canso de pensar em vc com essas chuvas todas em Terezina.
Liliane

Dona do Vilarejo disse...

eu tenho esse dvd só que nunca assisti pensando que era besta o filme.. mas já que você recomenda... vou assitir...

:***

Sabrina disse...

Anotada a dica :)))

Liliane de Paula disse...

Donaella, Donatella, e essas chuvas?