sábado, 12 de junho de 2010

BILHETE


Devagar para não queimar a boca, para não esperar na porta.
Devagar se não gasta-se mais, caminha-se em demasia.
Rápido se perde a atenção, desconcentra-se no foco.
Rápido escolhe-se roupa errada e as vezes não há troca.

“ Se tu me amas, ama-me baixinho
[...]
Deixe em paz os passarinhos.”
Mário Quintana

8 comentários:

Carolina Tavares disse...

Amo Mario Quintana, um dia especial para ti ao som dos passarinhos.

Outras memórias disse...

Quintana e sempre um menino levado!!!!!!!! Amei!!!!!! Bjos

Lu Olhosde Mar disse...

uau! grande verdade, falo sobre isso esta semana la no Blog... pressa. mta pressa pra nada. bjim!

Melissa disse...

Nem tão depressa, nem tão devagar... Porque para tudo há um tempo!
:) Um beijo, Donaella! Estou de volta!
Mel

. fina flor . disse...

putz, preciso mantrar isso todo dia: devagar, devagar, devagar.

um dia aprendo a ser paciênte, assim espero!

beijos, querida

MM.

Jucosfer disse...

eu precisava ter lido isso antes!!

Carlos Medeiros disse...

Com pressa, tudo atrasa/atrapalha. Com pressa, se faz duas ou mais vezes a mesma coisa pra consertar.

Liliane de Paula disse...

Tô em falta com vc. Mas é que seu blog desapareceu da minha lista. Preciso conseguir alguem que me ensine como re-organiza-lo. Quero mandar um presentinho "by liliane" para vc.