terça-feira, 22 de maio de 2012

Cota

Não se consegue cotizar o preconceito, delimitar o respeito, fiscalizar o amor... A lei de cotas racial como uma forma de pagar uma dívida(como ouvi de políticos), não me parece uma ideia de sucesso. Ispira mais preconceito, atalho para os espertos e ricos burlarem a lei. Norma no nosso país não pode ter um milímetro de duplicidade, lacuna ou espaço. Tudo precisa ser meticulosamente pensado, previsto, planejado, se não o fim não justificará os erros e o fim do preconceito, será mais uma página vergonhosa da nossa história. Precisamos conversar mais.

2 comentários:

Carolina Tavares disse...

Por vezes me parece que estão a pagar dívidas, dívidas sociais. Faço inúmeros questionamentos sobre isso. Questão difícil, mas precisa de fato conversar mais.

Beijos

Liliane de Paula disse...

Sabe que já estou cheia com essa estória de preconceito? Qdo me chamarem de loura, ou de tia, ou de velha, vou denunciar. O que vc acha?
Quem é gordo não quer ser chamado de gordo. Quem é preto tem vergonha de ser preto e não quer ser chamado assim.
Viva "meu país" de 1º mundo onde os pretos e os gordos não estão nem aí para essa idiotice de 10º mundo.
Vc é cruel demais, viu? Desaparece sem explicação. O que tanto vc faz que não pode blogar? beijooooo.